You are currently browsing the tag archive for the ‘Hip Hop’ tag.

.

[Youtube=http://www.youtube.com/watch?v=F13BP1QeSDY]

.

[Youtube=http://www.youtube.com/watch?v=ZtLhgzvXjQI]

M-Phazes monstrão!  Como diria a Nicole Balestro: Num dá nem pá não comentá!

ÚLTIMA CHAMADAAAAAA: é hoje!

Mad props pra Lígia Lima, Tiago Munhoz a.k.a Mestre dos Magros, as Mc’s e todos os envolvidos nesse projeto! Fico feliz pelo convite, e foi uma satisfação fazer parte desse time de peso, fotografando o material de divulgação. Vida longa pra gente e disposição pra correr pelo bem, sempre. Hasta!

.

Ok, eu sei que é um pouco tarde pra falar sobre isso, mas a pedidos venho aqui. Na mesma semana em que rolou uma matéria no NOIZ (pra quem não leu, é só clicar aqui) Nave a.k.a Zica da Base esteve em São Paulo, mais precisamente no dia 24/10, onde ministrou um workshop de Produção no CEU Jabaquara. Eu trabalhei nesse workshop, fotografando junto com a Janaina Castelo, apesar de que na hora da palestra eu fiquei bem sentada prestando atenção! ahuheiueaahuia… Então, muitas pessoas realmente interessadas estiveram presentes. Afinal, Nave é nada mais, nada menos que um dos melhores produtores da atualidade.
Eu penso que um grande diferencial em suas batidas são os samples sempre recortados com perfeição e  o fato dele usar Fruity Loops e conseguir um resultado/ sonoridade impecável, tanto que muitas pessoas ficam supresas ao saber que ele usa o software.

Munido do FL, alguns drum kits que até então eu nem conhecia (como Battlecat, Dj Muggs, The Roots e Quest Love), um teclado usado como controlador MIDI, e alguns discos, Nave compareceu e fez acontecer. Claro que o tempo era curto e ele teria que resumir bem o conteúdo. Legal é que ele deu dicas muito preciosas (pelo menos pra mim). Falou sobre os plugins Waves e Vst’s. Sobre compressores, e tentou explicar de uma forma simples, que ajudou até os mais leigos a entender, sem muita enrolação. Ensinou como fazer uma master básica que claro, vai exigir o empenho e boa vontade de quem quer evoluir. Mas o começo, a ‘largada’ foi explicada ali, no auditório onde o silêncio, olhos e ouvidos ficaram bem atentos a palestra. Particularmente, uma das coisas que mais gostei foi o modo como ele explicou. Não ficou apenas falando ‘Aí aqui nesse canal do sample você usa isso, no bumbo usa aquilo e nas caixas aquilo-outro.” Não. Nada dessa coisa mecânica. Ele explicou pra QUE você deve e não deve usar tal plugin. A diferença que vai fazer ou não. E sem complicar, ainda deixou bem claro que podemos conseguir muitos deles apenas procurando no Google (tem muita gente que fica regulando, e falam como se fosse quase impossível conseguir).

 

A equipe do Noiz providenciou tudo para que o workshop acontecesse sem problemas. Mas…o bendito Windows Vista do notebook foi meio que um ‘vilão’ e não foi possível instalar alguns plugins que teriam suas funções explicadas ali…mas tudo bem. Nos bastidores, antes do evento acontecer, o criador da batida de ‘Desabafo’, rolou alguns samples INCRÍVEIS (sério, de arrepiar) que ele já usou e que poderemos conhecer em seus futuros trabalhos que já estão por vir. Ansiedade master pra ouvir, néam? Claro, e com razão. Em meio a tantos beats, pudemos ouvir o sample da ‘E.M.I.C.I.D.A.’ que pra mim é o som mais foda da mixtape. Interessante também foi saber que na maioria dos beats, Nave ‘esconde’ o baixo do sample com filtros. Ele prefere tocar a bass line no próprio controlador MIDI, assim ficam mais ‘elegantes’ e vivas.
Mas aí que tá…e pra conseguir tocar o baixo (assim como outros timbres) sem desafinar, acertando a nota, deixar tudo bonitinho e agradável aos ouvidos? Só fuçando e treinando muito. Ou estudando, claro. Ele citou que aprendeu a tocar fuçando…depois comprou um teclado, e fez aulas de piano, mas já tinha uma noção de notas, etc etc. É, as aulas de piano com certeza o fizeram aperfeiçoar a técnica ainda mais! E claro que isso também foi recomendando no workshop! Afinal, pra quem quer produzir nada melhor que mergulhar de cabeça na música…


Bom gente, o workshop foi demais, mesmo! Quem não foi, perdeu hehe…
Além disso, é bom saber que você não precisa ter um equipamento fantáaaastico e caríssimo pra fazer muito barulho, pra fazer acontecer. Nave disse que sempre quis ter uma Mpc, mas nem todo mundo tem grana sobrando pra investir em tudo que tem vontade. E aí que tá, dá orgulho ver que uma pessoa consegue evoluir muito e arregaçar (desculpe, não pensei em outra palavra aheuiheauihau) usando seu FL, seu Logic, seu Acid e os carai a quatro. Fora a humildade do cara. Sem deslumbramentos, sem esnobar ninguém (nego faz isso sendo pouca bosta), foi ali compartilhar seus conhecimentos com pessoas que já entendem bastante, pessoas que querem começar agora e outros só curiosos de plantão…

.


Na moral mesmo? Até voltei a fazer beats depois do workshop. Tá lá no myspace: ‘Elevator’, e ‘Roads.’
Me arrisquei mais, usei mais plugins, delays, brinquei na bateria com viradas, usei mais de um sample na mesma batida, recortei um pianinho de um outro som e usei no beat, misturei uma pá de coisas pela primeira vez…caixas adiantadas, tudo pra tentar deixar um pouco mais swingado aaehauiheauihe…Ah! e não usei o Swing do FL. Nananina. Fiz tudo pelo Shift mesmo. Se não tentar, não aprende, certo? Dicas breves, porém certeiras de Nave. Mas ainda falta tanta coisa, meu Deus…é difícil tocar sem ter muita noção, sério! Parece que nunca acerto as notas, grrr! Mas acho que já há uma diferença bem nítida, tanto nos recortes quanto na sonoridade final em si. Não tenho bons monitores, então fiquei meio assim com receio de que ‘estourasse’ (calma, não me refiro a explosão, ok? dãaa) quando fosse mexer na master…então o jeito é usar os fones e ir regulando aos poucos e torcendo pra ficar bom…aheauiehia (ALACKA!)
Enfim, já escrevi demais. Fiquem agora com alguns momentos marcantes do evento! (isso foi total Nelson Rubens):
.

 



Olha, foi muito bom trabalhar com vocês! Muito respeito.
Digo e repito: Meu trampo é diversão também, tá ligado?’ ráaaa
Ah, e claro, não deixem de assistir ao video com a entrevista que já tá no ar no NOIZ, mas eu lesada que sou demorei horrores pra postar por aqui…vale a pena, hein!
.
[Vimeo=http://www.vimeo.com/7614031]

P.S:

 

Ah, tinha que ter uma, néam? Drica Zica do Design, Nave Zica da Base e eu, nos bastidores.

 E eu tô UÓ, total cara de acabada nessa foto, mas tudo bem! aheauiheiauehuiaha…Até logo menos, com mais uma aventura perambulante de Luciana Playmobile.
See you next time!

P.S2: Aguardem que já tem novas parcerias à caminho.
Playmo’ strikes again!  E os faladô? PASSA MAL! ráa

(:

Então, pessoarrr, foi aberta hoje no blog do digníssimo Dj Premier, uma enquete, onde você escolhe seu beat preferido produzido pelo mestre nesse ano que já está praticamente no fim.
Eu tô super na dúvida, ainda mais porque recentemente saiu o novo do Royce da 59, e nele veio a ‘ Something 2 Ride 2′ e  a ‘Hood Love’ me confundindo…mas creio eu que a ‘Rap Addiction’ do álbum do Blaqpoet lançado no meio desse ano chamado ‘Blaqprint‘ seja uma forte candidata. É uma pena que ‘Ain’t  Nuttin Changed’ (talvez o ‘carro-chefe desse álbum) não tenha entrado na enquete. Mas enfim, vamos votar?

.

E falando em Dj Premier, a uma semana atrás ele postou um video/trailer e o link pra gente ouvir o novo single do El da Sensei (adoro!) & The Returners, chamado ‘Ain’t Trippin’. Quem me conhece já deve ter imaginado o choque ao ouvir a pedrada. Mas na real, fiquei imaginando com meus botões: “Ah, se eu tivesse ali no meio dessa galera…”
.
[Youtube=http://www.youtube.com/watch?v=T43BpWgqfYg&feature=player_embedded]

.
Então, clique aqui pra ouvir/baixar a versão ‘dirty’ desse som. Quem já flagrou o myspace do The Returners (DJ Chwial e Little), talvez entenda porque tô ansiosa pra ouvir o ‘The Money EP’. Um beat melhor que o outro!  E como disse Premão ‘This is in my top 10 tracks of 2009.’ É, ele sabe o que fala! Não é à toa que Premier adora o som dos caras, já que eles seguem a mesma linha pesada, com samples beeem picotados, e refrão marcado por scratchs sujões.
Bom, pra fechar, deixo aqui mais uma pedrada produzida por The Returners, que meu bro Dheeni a.k.a Black Face me apresentou no ano passado. Tendo Rasco, é garantia de que você vai mexer o ombrinho:

.
[Youtube=http://www.youtube.com/watch?v=S66GtdlSHwc]

.

Tchau e benção!

Sem chance de deixar passar em branco um dos melhooooores shows da minha vida. Siiimm, People Under the Stairs! Os caras que tanto ‘tocavam’ no walkman amarelo, depois no meu Discman e dos meus amigos da escola. Nas sessions e campeonatos de skate? Era de lei! No intervalo das aulas e nas festinhas então, nem se fala. Os caras da ‘Plunken’ Em’, da ‘San Francisco Knights!’ Gente, palavras realmente faltam, porque já é  inesquecível!  Acho que nunca vi uma energia tão boa, o público se sentindo assim tão próximo dos caras, sabe? Parecia até que eram da família, numa roda de amigos, mandando um som! Mas com uma levada absurda, e aqueles instrumentais bacanérrimos que a gente já conhece e ama, né? Bom, pelo menos eu!
E o Thes One levando a galera no esquema acapella e ‘palma palma palma, pé pé pé’ hip hóidico! (não se espantem com meus modos de me expressar hoje, please). Os caras fizeram vários shows aqui em São Paulo, e infelizmente (meeesmo) eu só fui em dois: No espaço +Soma, no sábado 24/10 e no Programas Manos e Minas, da Tv Cultura, que rolou gravação na segunda.
Vale linkar aqui a
entrevista com Double K e Thes One feita por Mayra Maldjian pra Folha On line. Ela descreveu perfeitamente as minhas impressões, desde quando conheci o P.U.T.S  “Da leva underground independente, produzem das rimas (o “flow” dos dois é absurdo) aos beats (sem samples gritantes, aos moldes old school) desde o final dos anos 90, quando se conheceram e fizeram “The Next Step” (1998), de onde saiu “San Francisco Knights”, a música mais conhecida no Brasil e que mais levantou vozes no Espaço +Soma.”
I really appreciate it!! Então, compartilharei aqui um pouquinho do que foi, na minha linguagem playmobilísta (entenda estranha):

Imagem 649b copy

Thes One, no Espaço +Soma

Imagem 645

Double K., no programa Manos e Minas

Imagem 625 copy

Playlist no +Soma. É, eu tirei foto dela sim! hahaha

Imagem 508

Thes One interagiu pra valer! tava super a vonts no meio da galera!

momento tietáge de leve, clicada pelo Ministro. Tive que que pedir pra alguém me registrar, né? Vai pensando que fotografar é só alegria...hahaha

momento tietáge de leve, clicada pelo Ministro. Tive que que pedir pra alguém me registrar, né? Vai pensando que fotografar é só alegria...hahaha

Imagem 277 copy

"Pra cima, pra cima, todo mundo com a mão..." tô zoando né. Animação golden na platéia juvenil

Imagem 672C

Ai zenti. Sorry, nunca faço essas coisas, mas depois de correr pra lá e pra cá clicando, eu merecia um flash na face. haha! Sumemo Thes, O simpático e O animadão! Pic: By Jeffe (Olha o Genivaaaldo!)

Nesse exato momento estou ouvindo um dos meus álbuns preferidos: “Question in the Form Of An Answer.” E confesso que fiquei com uma semi-raiva porque eles só cantaram um trechinho mínimo da ‘Yield’. Snif. Mas tudo bem, mesmo com um pequeno trecho desse clássico da minha vida, um amigo registrou minha empolgação (master). Segundo ele, no momento da ‘Yield’, eu não sabia se ria, se cantava, se fotografava, colocava a mão no rosto, pulava. Enfim, como diría RC: ‘São tantas emoções…’ Hohoho…
Vou ficando por aqui. Depois eu posto mais retratos dos manos ai. E tô mesmo devendo foto pra um monte de gente, mas meeeu, tá foda, não consigo editar tudo e é muita coisa! Blá blá blá, sem chororô, ME ENTENDAM.

Pra quem PERDEU (zoeeeira! hauahua) o show  ou quer relembrar o momento sublime:

[Youtube=http://www.youtube.com/watch?v=SvTldEgpR5g]

E meeeu…olha o flagra: esse mundo é mesmo pequeno, viu! Hahahaha

Image

eu ali de front fotografando, Kamales ao lado com seu irmão, total dançarinos e letras de cór! Pic: Maila Yumegari (:

Muita coisa boa acontecendo…obrigada meu Deeeeus! o/
E não pára por aí. As aventuras de Luciana Playmobile continuam…

.

.
 
Tem muita coisa acontecendo ao mesmo tempo, então vamo logo pro que interessa. Vem comigo que te explico no caminho.

Primeiramente, quero falar sobre o disco/festa de lançamento/corre dos meus amigos do 4ª Estrofe. Pra quem não sabe, é um grupo formado por Renan Samam e Dj Mutley. Eles se conheceram no fim de 2004, quando o Rê foi cantar numa festa com seu antigo grupo. O DJ Mutley tava tocando na ocasião, e cedeu o espaço para que eles se apresentassem. Mutley curtiu o som dos caras, e conversa vai, conversa vem, ele foi convidado para fazer parte do grupo. Passou-se um tempo, o grupo se desfez, então Renan e Mutley resolveram dar continuidade na parada. Meses depois, entrou mais um integrante, o Mc Fubá.

No final de 2005,  eles que também frequentavam a extinta loja  A-Place, ouviram indicações  do Mc Dejavú (Contra Fluxo), que trabalhava lá, indicando  Dj Caique, produtor da 360º Records. Então, eles foram procurá-lo. Acharam no myspace, adicionaram Caique no Msn. Renan mandou um som caseiro, em baixa qualidade para  Caique ouvir, e ele gostou do ‘feeling’ do grupo. Então, Caique resolveu apostar no talento dos caras. E o 4ª Estrofe foi convidado e participou da Mixtape “Coligações Expressivas” com o som “Lute Pelo seu Sonho.” Em 2007 o Mc Fubá saiu do grupo, para continuar com seu outro corre: futebol, no qual continua até hoje. Logo mais, começaram a gravar o disco no estúdio de Caique, na Z/N de SP. 

Um detalhe bem interessante: Renan é também beatmaker. Em Fevereiro de 2008, Renan e eu participamos da Battle Beats Brasil #2 (mas não chegamos a nos enfrentar, pra minha sorte hahaha) e um dos beats que ele usou na competição está hoje no disco do grupo. Mais precisamente, é o beat da ‘Cidade Cinza’. Ele assina também o beat de ‘Segunda-Feira’, que tem participação de Nego Gil, e um refrão muito contagiante. Um dia depois da Battle Beats, Renan, Mutley e Caique aproveitaram a ‘visita’ de um dos participantes, o carioca Arthur Moura, que é também video/beatmaker e cobriu o evento, pra gravar o vídeo clipe do primeiro single do 4ª Estrofe: “Linha do Tempo”.

 [Youtube=http://www.youtube.com/watch?v=DJ-lOYXa504]

  Em Agosto desse ano, o 4ª Estrofe lançou então o seu primeiro disco entitulado ‘Ritmo e Poesia.’ São 17 faixas, 15 produzidas por Caique e 2 por Renan. Tem participações de Fernandinho Beat Box, Doncesão, Dr. Caligari, Gari, Jeffe e como eu citei anteriormente, Nego Gil. A minha amiga, Mila K. escreveu uma pequena resenha do disco no seu blog. “Um álbum com uma diversidade grande, mas parece amarrado pelo sentimento de rap feito com ‘sentimento de quem realmente ama” (trecho da faixa ‘Eu Escolhi’) . Para ler as impressões dela, nas quais eu concordo em gênero, número e grau, clique aquiA minha opinião? É um disco composto por variados temas, rimas bem elaboradas, beats que agradam os ouvidos, passando uma sensação boa. Pode indicar praquele seu amigo que anda de skate, porque o clima combina também. Ouça no carro pra ir trabalhar, no Ipod pra ir pra facul, ou pra fazer seu rolê…tranquilo. Com certeza, em pelo menos um momento você vai se identificar com o cotidiano transparente, relatado numa simplicidade que cativa. Como em ‘Meu País’, em que o orgulho de ser brasileiro se acentua, e me desperta uma vontade de viajar pra praia mais próxima sem data pra voltar.

Bem, logo depois de estrear o álbum, eles  lançaram mais um clipe, “Rolê na Madrugada”, com direção de Tiago Teixeira

[Youtube=http://www.youtube.com/watch?v=gzhAei8tlDI] 

 

 O SHOW

No último sábado, dia 24 de Outubro, foi a festa de lançamento do álbum, no CCPC, na Rua da Consolação.
Eu tive um dia absurdamente frenético. Depois de fazer um making off num estúdio na Vila Mariana, vim pra casa com gigas e gigas de fotos pra editar e entregar. Mal dormi, e sábado acordei cedo pra ir na Oficina de Produção com Nave. Fiquei a tarde por lá com a equipe do NOIZ, passei em casa e depois corri pro Espaço +Soma pra ver o (inesquecível)  show do People Under the Stairs. Saimos de lá pra um lanchinho no Sacha (clássico), embarcamos no primeiro táxi e só chegamos no CCPC  por volta da 1:30h.

Eu combinei de fotografar o show deles. Com muito gosto! Depois de algumas apresentações da 360º Graus que começaram a alegrar a galera, o 4ª Estrofe subiu ao palco e arrebentou. Foi foda, de verdade, e eu sei que sou muito suspeita pra falar…mas enfim. Fotografei, tive muita vontade de virar um spot de luz que tinha lá, mais atrás no palco, pra ver se conseguia fazer retratos melhores, e captar o movimento sem perder o foco…mas tudo bem. Na hora em que eles cantaram ‘Cidade Cinza’ eu me embaralhei com a câmera, com aquela emoçãozinha de amiga tonta, sabe? Que não sabe o que faz. Não consegui nem cantar, nem fotografar direito. Fiquei igual uma mosca, perdida. Hahahaha…eles abriram a faixa Kimbo‘ usando como referência ‘Fogo na Bomba’ do De Menos Crime, intercalando com a clássica ‘Yo Quiero Fumar’ do Cypress Hill. A galera já se animou horrores, e quando entrou o beat lôco…pronto! Completou o climão, hehe…

O Renan se emocionou na última faixa ‘Eu escolhi’ em que ele relata com precisão o sentimento, o corre, a parada toda envolvida. Que independente das dificuldades, quando existe amor pelo que se faz, tudo é superado, e serve como uma alavanca nos impulsionando a continuar…eu também me emocionei, e todo mundo ali presente. O Dheeni subiu no palco pra abraçar o Rê, mas nem vou dizer mais nada, porque o Dheeni é uma peste ahuiheuiaheauia…Bom. Não sou um exemplo pra descrever momentos, mesmo bons, como esse. Então, vou deixar que as imagens falem por si. Afinal, estamos aqui pra isso: 

Imagem 1109

Renan Samam

 
Imagem 1140

Mutley

Imagem 1036 copy

Fernandinho Beat Box e Renan

 

Imagem 1114PB copy

4ª Estrofe

Pra fechar…deixo uma amostra. Faça aqui o download de ‘Cidade Cinza’
E aguarde, que é só o começo. Quer comprar o cd?
Pontos de venda : Nas Grandes galerias ( Galeria do rock)

R: 24 de maio, 62 (centro), nas lojas:

– Charm´s Discos loja, 16
– Sigilo Skate Shop, loja 311
– Pavilhão Bom Bap Shop, loja 50
– Porte ilegal, loja 40
– Colex. loja 33
– Truck´s , loja 34

Se preferir, procure o Renan Samam. Ou entre em contato comigo. 10 reais, muito bem investidos, ok?

Beijos pra quem fica. E até mais!

.

Eu tava ali, do lado do cara que na real se mostrava bem ‘alegre’, hahahaha. Mas tudo bem, vamos respeitar porque Afu make some noise, né. Na hora em que ele cantou um dos seus maiores suuuucessos, a clássica Equality, eu não estava no meio da multidão. Mas era possível me encontrar ali no ‘meu’ cantinho tentando enfiar a câmera na cara dele fotografar como era possível. Na real, eu queria mesmo era ouvir a Whirlwind Thru Cities, uma das minhas preferidas, e dei um salve pro Gui (Aeme) que tava bem ali na frente. A gente sabe o significado que esse som tem pra nós, então tá valendo. No geral foi bom, gostei!

Imagem 089B Imagem 078f

Imagem 102

Imagem 161

Ok, essa última não era pra entrar, mas pelo menos eu ainda tava sã hahaha. Dica pros meus próximos rolês, principalmente quando for fotografar: “Luciana, tome cuidado ao pedir pra não colocarem gelo na caipirinha.” Porque o ideal é pedir menos gelo. Saquê demais causa efeitos ‘colaterais’ (risos&risos). Tchau Afuuuuuuu! Te vejo quando for fazer compras  em NY e passear no Central Park.

*Slow down, don’t rush…


.
P.S:
Fotos do show do dia 17/09, no Ébano.
No Hole, fiquei sabendo que a coisa foi feia! aheauiheauie

.

 

 

Aiai…quero falar escrever sobre tantas coisas, sabe. As últimas semanas foram meio corridas devido a umas certas finalizações que tivemos que fazer no site (já chego nessa parte). Então eu acabei abandonando meu querido diário blog. Só pra você ter uma noção, quero escrever sobre:

A minha coluna e participação no site NOIZ que estreou nessa segunda,
Os últimos álbuns e EP’s que eu tô ouvindo e adoreeei,
O moooonte de vídeos absurdos de bons que tenho assistido,
Uma tal entrevista que está simplesmente O fim, mas eu vou publicar aqui,
E mais várias outras coisas que eu vou lembrar com o passar do tempo
.
.

.

Vou começar pelo site. Cara, tô super impressionada com a repercussão dele. Muito mais pessoas vindo elogiar a iniciativa da equipe, e pro pessoal também, do que eu podia imaginar. Acho super maneiro que essas pessoas não só elogiem, mas que dêem sugestões. Afinal, a gente tá aí pra propagar informação. A intenção desde o início É essa.

Quando o Leandro (Emicida) teve a idéia de fazer uma revista, antes mesmo da gente decidir que o site fosse mais acessível, ele de alguma forma já sabia que ia dar certo, mesmo que desse um trabalho da porra enorme. Criar um projeto, bem elaborado, e que atenda as espectativas da Secretaria de Cultura da Prefeitura de São Paulo não é brincadeira! Eles são sim muito exigentes, e com a gente não é diferente. Rola cobrança diariamente entre nós mesmos , mas tudo isso pra colocar no ar um conteúdo que não seja tão repetitivo, e que não aborde somente RAP e HIP HOP, mesmo que eles sejam realmente o foco principal, junto com a cultura urbana.

E cultura urbana de verdade é na rua. E é justamente na rua que a gente procura fazer as entrevistas, estar o mais perto possível da realidade, do cotidiano, mostrando e passando pra quem quiser ver a realidade das pessoas que você, eu, nós admiramos. Aqueles que a gente canta junto, vai no show, ouve tocar, assiste pela tv ou no youtube mesmo. Sabe quando parece que você conhece aquele fulano? Então, a idéia é essa. Mostrar um lado que talvez as pessoas não conheçam. E definitivamente, fazer com que todos se sintam em casa. Por isso tem a rádio NOIZ, criada pelo Sérjão Carvalho, que faz parte da equipe e mescla diversos estilos, pra agradar os mais diversos gostos. E, claro, enquanto você ouve, fuça pelo site e se sente em casa.

O Juca Guimarães também é foda. Jornalista, sempre atualizadíssimo, corre junto com a gente e faz acontecer. A Gisele também é jornalista, gerencia o conteúdo publicado, faz entrevistas e muito mais. Tem o Dj Zinco é responsável pelo design do site, e o seu blog, que agora também faz parte do NOIZ, e sempre vai trazer muitas novidades.
Don Perna, João Xavi, Adriano Ministro que também colaboram com o conteúdo do site trazendo matérias exclusivas. Leandro ‘Emicida’ Roque e seu irmão Evandro ‘Don Fióti’ Roque cuidando da parte administrativa da parada. O Luciano Bevê que entrevistou o Rincón Sapiência e que revisa os textos garantindo que nenhuma abobrinha despercebida seja publicada.

Tiago Projota responsável pela edição dos vídeos, sejam entrevistas, matérias o que for nessa parte. Os fotógrafos Sérjão Carvalho (de novo), Hudson Rodrigues, Ênio Cesar e Janaina Castelo registrando tudo pra que a gente leve ao ar depois. Devo colaborar nessa parte também, ráa! 
E eu né. Que ajudo a publicar todo o conteúdo, corro junto, entrevisto, edito fotos, e tenho a minha coluna fixa falando sobre uma das coisas que eu mais gosto: beats e produção. E continuo aceitando que a galerê me envie suas amostras. É muito bom saber mais sobre os produtores que às vezes nem são tão conhecidos, e que se mostram tão talentosos. Mesmo os com poucos recursos, eu tenho me surpreendido cada dia mais com tudo isso! Muito maneiro mesmo! Confesso que em alguns casos aí, eu nem sabia qual beat escolher, porque os meninos me mandam cada batida foda…fica difícil! E o mais legal: a divulgação que não é forçada, sabe? O cara tá ali, o povo ouve, dá a opinião, e entra em contato com o produtor. Negocia. Isso já aconteceu e vai continuar acontecendo no que depender de mim.

E é isso…não é o que a gente não gosta de fazer que dá muito mais trabalho. O que a gente gosta dá também, mas é realmente muito bom ver tudo prontinho, editado depois e colocar no ar! Ouvir os coments, sugestões, e no fim das contas…e talvez o mais importante de tudo isso é que todo mundo aprende muito. Você aí… e NOIZ também.

.

.

Momento descontração no Espaço Matilha Cultural, pós entrevista com Applebum. Foto: Sérjão Carvalho

E diretamente da sessão Originais e Sampleadas”

O sample: “Cal Tjader- Walk On By”
.
.
.

Que rendeu um clássico no mundo todo (Prod. Dj Premier)…
.
.
.E um clássico da minha vida, não tão conhecido. (Prod. Dj C-Minuz)
.
.
.Lovin’ it!  (:

 

L.

My Flickr

Bagunça das gavetas

Alphabet Soup

  • Nenhum

Alôr?

  • 13,039 playmobils in this toy store

Tweeters

Páginas

agosto 2017
S T Q Q S S D
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031